sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Metástase

Imagine que você é uma célula de um corpo, uma celulasinha vivendo tranqüila por lá. Realizando sua função agradavelmente em um corpo lindo e saudável. Mas você é uma célula não sabe que existe, nem muito menos que compõe um corpo maior. Mas de repente num momento único você começa a enxergar, a sentir o que está ao seu redor, e que existem coisinhas que parecem um sacão transparente cheio de outros saquinhos dentro, que são outras células, sente então que você é uma dessas. O que você faria?

É apenas uma analogia e nem sei sua resposta, mas para conduzi-lo ao meu raciocínio, imaginemos o mais obvio. Você ia querer fazer as outras células perceber que você é uma célula não. Daí muito provavelmente entenderia o que lhe faz viver e pararia de executar sua função, afinal você não quereria ser escrava. Então faria o que mais lhe dá prazer, ia se reproduzir. Depois para manter vivos seus filhos e irmãos, você mobilizaria alimento e água. Desviaria capilares sanguíneos para alimentá-los, formaria tecido adiposo para fornecer-lhes mais energia. Subitamente formariam um concentrado de células conscientes manipulando o meio e as outras células - que ainda não o são para sobreviver. Seriam em pouco tempo um nódulo, ou seja, um câncer. Você ia querer viver mais e mais através de seus descendentes e então enviaria desbravadores para formar novos nódulos, logo o organismo que você ainda não percebeu fazer parte entra em metástase: o câncer se espalha e então vem a morte e você não entende o motivo.

Agora se lembre de uma imagem de helicóptero de uma cidade, pode ser do Google Earth também. Percebe o que estamos fazendo na Terra?

Gaia, como alguns chamam nosso planeta, é um corpo, como o nosso, uma réplica, que por sua vez é uma réplica de uma célula. Só que Gaia está em uma DIMENSÃO tão diferente que as regras são outras, os mecanismos de funcionamento de seu corpo são outros. Se você fosse do tamanho da Terra não precisaria de braços e boca, não é mesmo?!

Gaia é viva e nós somos células filhas dela mesma que percebemos que existíamos na tridimensionalidade e achamos que evoluiríamos nos protegendo de outras células diferentes e iguais. Agora estamos matando ela, consumindo ela em prol de nossos desejos e medos que ainda são inconscientes. Talvez seja hora de alguns de nós fazermos o caminho inverso na “evolução” (entre aspas porque nos ensinaram que evoluir é ser um CIDADÃO - um cara que vive na cidade que respeita a ORDEM e o PROGRESSO tecnológico e profissional). Talvez seja hora de realizarmos um ÊXODO URBANO, a hora de entendermos que todos os nossos desejos foram CRIADOS justamente por fazermos parte do câncer, não precisamos mais que nosso corpo para morar, uns vegetais para comer e a atenção de outros corpos. Esse é o verdadeiro valor de troca- a atenção - precisamos conviver para realizarmos (tornar real) o próximo passo evolutivo verdadeiro (na minha opinião hehe): o controle de nossos sentimentos.

Você pode pensar, “nossa que palavras legais e tal, é mesmo parecemos um câncer” e então vai mudar a janela do seu “Windows” e voltar a executar essa tarefa sistêmica, repetitiva que ocupa 3 vezes mais tempo que os seus amigos e namorado(a) e filhos. Porque afinal de contas você precisa comer e infelizmente o mundo não é assim e você sozinha não vai mudar ninguém. “eu amo o que faço!”. Pode amar mesmo, mas reflita se o seu amor de trabalho faz bem para o câncer ou para você de fato. Essa minha idéia pode ser idiota ou até poética, mas pode ser uma verdade hein. Se for ou não, pela razão ou pelos meus sentimentos, acho que é melhor pularmos para um novo nível na historia da “humanidade” e percebermos que somos mesmo animais. Temos que nos salvar de nossa maldição e benção evolutiva: a consciência.

Não sei direito como começar a minha parte já que percebi que somos parte de outro organismo (pense no sistema solar, pense em uma galáxia inteira, será que a vida orgânica para em nós? Assunto para outro post), mas a primeira idéia que me vem é conhecer mais pessoas que querem a mesma coisa, justamente porque “sozinho não vou mudar nada”. Então se você se comove e está de saco cheio de ser escravo, manda um email aí que daqui a pouco seremos milhões de células anticorpos.

Rodolfo

Um comentário:

  1. DEMAIS Rodolfo como sempre com suas paralvras sábias e verdadeiras esclarecendo nossas mentes.
    Gabi.

    ResponderExcluir